XaD CAMOMILA

11 de dezembro de 2009

Quase tudo

"Nuns mais, noutros menos. No interior, atendimento ao público é o que rola. Entre audiências e processos, procura-se ouvir Nicota, Chiquim, Tonheira, Bibiu, D. Helena, Zé do Pade, Seu Luís, num cardápio variado: alimentos, paternidade, consumidor, maria “dá pena”, herança, separação, inss, ameaça e o que mais vier. Ouvir-entender, chamar-explicar, orientar-compor, em último caso, ajuizar. Com certeza, muitos gabinetes de promotorias são câmaras de conciliação. É por isso que nem todo fulano versus sicrano vai parar no balcão do vizinho. Pensou nisso?" (Juarez Medeiros Filho, Promotor de Justiça no Maranhão).
Fonte: O Parquet

Nenhum comentário :

Estante do XAD

Blogs @migos

Blogs sujos & malvados