XaD CAMOMILA

3 de maio de 2010

Greve do Judiciário Paulista 2010


CARTA ABERTA À POPULAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nós, Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, vimos a público denunciar o descaso que temos sofrido nos últimos anos tanto pela direção do Tribunal tanto quanto pelo Governo do Estado. O Tribunal não está cumprindo o que determina a Constituição Federal nem a lei por ele encaminhada a Assembléia Legislativa que determina a reposição das perdas salariais e da inflação na data base de primeiro de março de 2009.

No Judiciário hoje, tramitam milhões de processos, as varas estão sobrecarregadas, os espaços de trabalho estão desaparelhados e faltam mais de 15.000 funcionários.

Essas péssimas condições de trabalho atingem diretamente a população que busca seus direitos na Justiça, como ações que envolvem crianças, adolescentes, famílias, idosos, mulheres vítimas de violência, entre tantos outros fatores.

Há um jogo de empurra-empurra entre o presidente do Tribunal e o governador José Serra [Alberto Goldman] para liberar verba para reposição salarial. Enquanto isso, os servidores ficam à mercê dos empréstimos bancários: sem dinheiro para pagar as contas de aluguel, impostos, luz, água, telefone, plano médico, escola.

Assim como você cidadão, o servidor tem família e precisa receber de acordo com o trabalho que realiza.

O caminho do governo do Estado e do Poder Judiciário paulista é a terceirização com precarização dos serviços públicos, que todos pagam através de altos impostos. Com isso, as nossas necessidades, sejam na educação, saúde, segurança pública, Justiça e habitação estão deixando de ser supridas e a população é quem perde e sofre.

E o governo tenta através da mídia colocar a culpa nos servidores como se fosse deles a responsabilidade pela ineficiência dos serviços prestados. O governo do Estado esconde-se atrás do argumento de que qualquer movimento de servidores públicos hoje tem um viés político partidário Para atingir as intenções eleitorais.

Não se trata disso, mas, de busca de direitos e melhores condições de trabalho e salário.

Solicitamos a sua compreensão e o seu apoio a fim de conquistarmos melhores condições de trabalho e com isso oferecer a você serviços de qualidade.

Nossa data-base venceu em março, mas o presidente do Tribunal recusa-se a negociar com seus funcionários, não mostra como gasta o dinheiro da Justiça e mantém a “caixa preta” a sete chaves.
São Paulo precisa de uma Justiça que enxergue os problemas de sua população, mas o governador José Serra [Alberto Goldman] e o presidente do Tribunal preferem que ela continue cega!

CHEGA DE SILÊNCIO E OMISSÃO! NOSSA LUTA É POR
JUSTIÇA PARA TODOS!!!

Comissão das Entidades Representativas de Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Nenhum comentário :

Estante do XAD

Blogs @migos

Blogs sujos & malvados