XaD CAMOMILA

3 de junho de 2010

Greve do Judiciário Paulista: movimento completa 36 dias

Ontem (02/06), apesar do frio intenso, que marcou a véspera do feriado de "Corpus Christi", cerca de 7 mil servidores reunidos em Assembléia Geral na Praça João Mendes, no centro de São Paulo, deliberaram pela continuidade do movimento grevista, iniciado em 28 de abril. Os servidores também deliberaram pela intensificação das visitas às comarcas a fim de aumentar, ainda mais, a mobilização da categoria que já atinge 150 fóruns em todo o Estado.
Por volta das 15h, os servidores começaram a ocupar o Palácio da Justiça, sede do TJSP. O principal objetivo da ocupação era forçar a reabertura das negociações entre a Presidência e os grevistas bem como tratar da questão da suspensão da Resolução 520/2010 e do comunicado, publicado na última semana, sobre a questão das faltas durante a greve. No início da noite, quando mais de 500 servidores já haviam ocupado o prédio, a polícia militar passou a impedir o acesso ao local. Enquanto isso, na parte externa, os servidores continuavam mobilizados.
Teve início, então, uma reunião entre o Presidente da Comissão Salarial do TJSP, des. Antônio Carlos Malheiros, os deputados estaduais presentes e os representantes das entidades dos servidores. A cada nova questão discutida, um assessor levava o tema ao conhecimento do Presidente do Tribunal e voltava com um parecer. No final da reunião, que durou três horas, ficou decidido que o “comunicado das faltas da greve” ficará suspenso até a próxima terça-feira (08/06) e que o pedido de suspensão da Resolução 520/2010 será encaminhado para votação no Órgão Especial, na sessão do dia 09/06. Também foi marcada uma nova reunião, na próxima segunda-feira (07/06), no Palácio da Justiça, com a presença dos dirigentes das entidades, parlamentares e representantes do TJSP para a continuidade das negociações. Na parte externa do prédio, nem mesmo a baixa temperatura (cerca de 10ºc) fez com que os mais de 3 mil servidores deixassem o local. Isso só aconteceu após o encerramento da reunião. Nova Assembléia Geral foi marcada para a próxima quarta-feira (09/06), novamente na Praça João Mendes, às 14h. Nesta data, serão discutidos os novos rumos e ações do movimento. Saiba+
Vídeo: ocupação do Palácio da Justiça (02/06)

Nenhum comentário :

Estante do XAD

Blogs @migos

Blogs sujos & malvados