XaD CAMOMILA

9 de agosto de 2010

A passo de tartaruga...



Na última sexta feira (06/08), os deputados estaduais Carlos Gianazzi (PSOL) e Maria Lúcia Prandi (PT) e o deputado federal Ivan Valente (PSOL) se reuniram, por quase três horas, com o presidente do Tribunal de Justiça, des. Antonio Carlos Viana Santos, para tratar da questão dos servidores do Judiciário paulista, em greve há 104 dias.

As entidades representativas dos servidores não puderam acompanhar a reunião, mas as novidades foram poucas. De acordo com Ivan Valente, o Tribunal insistiu em afirmar que não possui verba para garantir a reposição salarial dos servidores e que necessita de uma suplementação de cerca de 157 milhões para que possa cumprir a data-base de 2010 (4,77%). Só para lembrar, o índice é de 20.16%, resultado do descumprimento das datas-base de 2009 e 2010, além de um residual de 2008. Já imaginou o tamanho [$$$$$] da dívida?

Pois é. Mas, continuando...

Ainda segundo o deputado federal, o presidente do TJ comprometeu-se a agendar uma reunião com o governador do Estado, Alberto Goldman, ainda essa semana, e logo em seguida receber a comissão de negociação dos servidores.

Pela primeira vez, o tribunal acenou com a possibilidade de garantir a reposição salarial via gratificação judiciária, fato sugerido pelas entidades desde o início das negociações. Também ficou acordado que, assim que a situação for resolvida, o TJ cessará os descontos dos dias parados e os servidores poderão repôr os dias, com devolução do dinheiro descontado.

Ou seja: dinheiro que é bom, nada...

Também participaram da reunião os desembargadores Antonio Carlos Malheiros, Wiliam Campos e Samuel de Melo Júnior, e o juiz auxiliar da presidência João Batista Rebouças de Carvalho.

Via: http://www.aasptjsp.org/redacao-ler/561/

[[CLIQUE AQUI para notícias atualizadas sobre a greve]]

Estante do XAD

Blogs @migos

Blogs sujos & malvados