XaD CAMOMILA

13 de julho de 2010

...Receita Judicial...

"Os juízes não pensam só em direito...", já diziam os gaúchos do blog Judiciário e Sociedade. Maior verdade essa frase. Eles também pensam em música, poesia, literatura, políticas públicas, cinema, psicanálise e futebol.
Quer dizer, acho que eles pensam em muitas outras coisas (ou não?), mas são esses os assuntos que mais circulam nos blogs de juízes (além do direito, é claro!). Dia desses, um fato me chamou a atenção: talvez por serem todos do sexo masculino, nunca vi nada sobre gastronomia. Tabu? Nenhuma receita ou dica de prato, de restaurante. Nenhum truque de cozinha. Nada. Zero. Mas, agora, isso acabou. O silêncio será rompido...
O Xad Camomila orgulhosamente apresenta, com total exclusividade, a primeira receita judicial da blogosfera: [rufam os tambores] Com vocês [de novo, os tambores], o delicioso [mais tambores] BOLO DE FUBÁ COM GOIABADA!

Essa receita fez muito sucesso aqui no Setor de Conciliação; não teve quem não se encantasse com esse bolo, que tem um ar de fazenda, de roça, de interior... é uma delícia mesmo! Então, aproveite.


by Renata Manzini *

"Ingredientes:
4 ovos
1 xícara de açúcar
200g de manteiga em temperatura ambiente
2 xícaras de fubá
1 xícara de farinha de trigo
1 colher (das de sopa) de fermento em pó químico
1 vidro pequeno de leite de coco

Bata os ovos com o açúcar até a mistura adquirir a cor amarelo claro e tornar-se bem volumosa. Junte a manteiga e continue batendo até incorporá-la. Adicione o restante dos ingredientes e bata até ficar homogêneo.

Use uma forma de bolo com furo, untada e esfarinhada (sugiro farinha de rosca para isso).

Coloque a massa e alise.

Pegue um copo de geléia de goiabada e coloque seu conteúdo em colheradas, uniformemente, em cima da massa. Mexa um pouco, puxando a massa ligeiramente por cima do recheio, com uma colher. Alise a massa novamente. Leve ao forno pré aquecido, temperatura moderada (180 graus, mais ou menos) até que a prova do palito dê êxito (cerca de meia hora no meu forno, mas pode variar).

Qualquer geléia pode ser usada como recheio. Na verdade, pode-se até usar goiabada normal, mas cortada em pedaços pequenos e sem mexer na massa depois de colocá-la por cima, porque ela é mais densa.
O bolo não tem nenhuma tecnologia. É uma questão de física mesmo. Para que o recheio se comporte bem, é necessário que a densidade da massa do bolo seja mais alta que a densidade do recheio. Isso evita que o recheio afunde."

* Juíza de Direito em Campinas (TJSP).

Nenhum comentário :

Estante do XAD

Blogs @migos

Blogs sujos & malvados