XaD CAMOMILA

5 de janeiro de 2012

Boca no trombone

No último trimestre, a ouvidoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recebeu mais de 4.600 manifestações. A morosidade lidera o ranking de reclamações. As informações são do Portal CNJ.

De outubro a dezembro de 2011, a ouvidoria do CNJ registrou 4.622 manifestações de usuários, tendo sido 1.722 destas em outubro, 1.929 em novembro e 971 até 18 de dezembro.

A morosidade processual ocupa o primeiro lugar na classificação dos temas mais recorrentes abordados pelos cidadãos brasileiros sobre o Judiciário na ouvidoria, com 1.429 manifestações. Dessas, 1.315 são reclamações. Em relação ao tema, o balanço do último trimestre mostra que o CNJ registrou também 34 denúncias, 34 pedidos de informações e 46 solicitações.

As decisões judiciais foram o segundo assunto mais recorrente abordado pelas pessoas que procuraram a ouvidoria do CNJ, conforme mostra o levantamento - com 255 registros. A maior parte também foi de reclamações (211 do total) em relação a tais decisões. Além disso, no que diz respeito a esse tema, a ouvidoria registrou 12 denúncias, oito pedidos de informações, 18 solicitações e um elogio.  

O terceiro tema com mais manifestações, entre outubro e dezembro, foi a atuação dos magistrados (228). Em relação ao assunto, de acordo com o balanço, foram registrados 166 reclamações, 44 denúncias, oito pedidos de informações, seis solicitações, três elogios e uma sugestão. 

A atuação do CNJ aparece em quarto lugar entre os assuntos mais recorrentes, com 190 manifestações nos últimos três meses. Grande parte das manifestações são elogios: 180 do total. Ao longo do período, foram registrados três pedidos de informação, três solicitações, duas reclamações, uma sugestão e uma denúncia. 

A ouvidoria do CNJ, criada em março de 2009, é o canal de comunicação da sociedade com o Conselho. É um serviço à disposição do cidadão para que esclareça dúvidas, reclame, denuncie, elogie ou apresente sugestões sobre os serviços prestados pelo CNJ e as atividades por ele desempenhadas.

Fale com a ouvidoria. Abra a boca, cidadão!

Nenhum comentário :

Estante do XAD

Blogs @migos

Blogs sujos & malvados